quinta-feira, 5 de maio de 2016

Hora do Mangá #6 - Fairy Tail


Um lugar cheio de magias, aventuras e mistérios, onde magos deverão cumprir missões muito perigosas e em troca receber a tão esperada recompensa. Afinal, estão em um Mundo Mágico!


Preparados para conhecer a Fairy Tail? Então seja bem vindo!



No mundo mágico chamado Fiore, existem vários tipos de guildas, que são organizações de magos que prestam algum tipo de serviço para quem os procuram, e em troca recebem recompensas em dinheiro, conforme o grau de dificuldade da missão. E uma dessas famosas guildas é chamada da Fairy Tail.

Conhecida como um lugar pacífico, mas com certos magos atrapalhados, Fairy Tail passou a ficar na mira do Conselho que comanda essas organizações. Eles sempre esperam que alguma confusão aconteça com um de seus membros. E claro, logo no início percebemos que estavam certos.

Natsu Dragneel é um dos magos da Fairy Tail e tem como missão de vida encontrar Igneel, o dragão que o criou como filho. E em uma dessas buscas acaba conhecendo a jovem Lucy Heartfilia, que sonha em ser uma grande maga e pertencer a uma guilda top!




Lucy quase acaba se tornando uma escrava do falso Salamandra-Sama, mas é salva por Natsu e seu mascote Happy (Aye!). A partir desse momento Lucy é convidada a participar da guilda Fairy Tail, onde poderá cumprir missões e aperfeiçoar os seus poderes.

Quando Lucy chega ao lugar dos seus sonhos percebe que aquilo tudo é uma loucura. Os magos brigam a todo o momento. E no mesmo dia descobre que o Conselho emitiu uma lista com todas as travessuras que aprontaram nas missões. Adivinha só quem é o mestre da confusão no topo da lista: o nosso atrapalhado Natsu.

Com cenas de muito humor, com caras e boca e muita confusão, esses três amigos irão viver aventuras de tirar o fôlego (além te fazer chorar de rir) e missões perigosas ao lado dos outros magos Erza Scarlet e Gray Fullbuster.


Pra quem for acompanhar o mangá, já vou avisando que ele é bem grandinho, assim como One Piece (bem, ele foi um dos mangás mais vendidos no Japão, então vale a pena o esforço *-*).
Depois da fase de introdução, as aventuras são distintas em cada edição. As histórias são bem fáceis de entender, além de separar muito bem os desenhos das conversas. É um ótimo mangá para quem quer desbravar esse mundo e aprender a ler na ordem proposta.

Comecei a acompanhar Fairy Tail recentemente e já posso dizer que estou viciada rs. As aventuras são incríveis e os perigos que essa turma enfrenta acabam se tornando até legais, devido ao intenso senso de humor de Natsu e Happy.



Não tem como terminar uma edição sem querer começar outra, não porque todas as histórias tenham ligação diretamente, mas pela sensação que cada uma proporciona. É muito gostoso e divertido acompanhar cada missão, e ficamos sempre na torcida por finais felizes e recompensas gordas.

Além disso, há a curiosidade sobre a busca de Natsu por seu pai adotivo e sobre Lucy se tornar uma grande maga. Será que os dois conseguirão realizar esse sonho? Bem, descobriremos em breve (assim espero porque até chegar lá vai demorar um pouco rsrs).


UM POUCO MAIS SOBRE OS PERSONAGENS PRINCIPAIS

Natsu Dragneel
Jovem, despreocupado, irresponsável, briguento e defensor dos amigos. Assim é Natsu. Criado desde pequeno por um dragão, que lhe ensinou as técnicas do poder do fogo, Natsu é um dos magos mais importantes e poderosos da Fairy Tail. Natsu não gosta de admitir nenhuma de suas derrotas, mas tem uma que ele não consegue controlar: seus constantes enjoos ao andar em qualquer tipo de transporte, como navios, comboios e carruagens. Natsu também possui várias habilidades com o fogo, entre elas o Punho de Ferro do Dragão de Fogo, Canino Esmagador do Dragão de Fogo e Força do Dragão. Seu nome em japonês significa verão.


Happy
Mascote do grupo, Happy é um gato que nasceu de um ovo de dragão, encontrado por Natsu antes de chegar a Fairy Tail. Também é um mago e sua principal magia é a Aera, onde pode criar asas e voar, além de carregar coisas pesadas. Sempre que fala alguma coisa, usa a palavra “Aye”, para intensificar a frase, o que de início irritava Lucy.



Lucy Heartfilia
Uma jovem maga que pertence a uma família muito rica de Fiore decide deixar sua fortuna para o pai, após a morte de sua mãe, para que seguisse seu próprio caminho no mundo da magia. Depois de encontrar Natsu e Happy, Lucy é convidada para compor a guilda Fairy Tail. É considerada como um dos membros mais estáveis da guilda e é a única a reconhecer o absurdo nas ações dos colegas. Possui a magia dos Espíritos Celestiais, no qual consegue chamar esses espíritos para lutar por ela (sempre fazem alguma gracinha, o que aumenta a expectativa de vê-los).


Gray Fullbuster e Erza Scarlet
Com seu lado fraternal, Gray sempre forma uma equipe com Natsu, Happy e Lucy. Sempre arruma briga com Natsu, já que possui poderes opostos ao fogo: poderes do gelo. É tranquilo, despreocupado e às vezes dramático. Tem um bom coração e faz de tudo para proteger os amigos.

Com forte personalidade e ao mesmo tempo amável, Erza é considerada uma das magas mais corajosas da guilda. Poucas palavras e muita ação definem essa personagem. Assim como Natsu, adora ajudar os amigos, também acaba agindo sem pensar. Conhecida como Titânia (a rainha das fadas), Erza é famosa por sua força e habilidades.



Fairy Tail é considerado um mangá feito para meninos. Bobagem! As meninas também irão adorar essa aventura. E assim sendo, só posso dizer que esse mangá está mais do que recomendado para todos! Tenho certeza que mesmo quem não é muito fã do gênero vai gostar demais dessa turma de magos.

Tem um site oficial do japão sobre o mangá e anime. A maioria do conteúdo está em japonês, mas acredito que tenha tópicos em inglês também. Para acessar clique aqui.

Compre pelos sites Americanas, Submarino, Saraiva ou Amazon!


E vocês, já leram? Gostaram? Ou tem interesse em ler? Conta pra gente!

Até mais! 

9 comentários:

  1. Mesmo não gostando de mangas me interesso bastante em histórias com magos, onde um universo mágico é criado, fiquei curiosa nessa obra que mistura vários personagens e vários fatores para se tornar leve e divertida, espero conferir, assim que me adequar a esse tipo de leitura

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ju.
    Apesar de ser um mangá com ação, magia e um bom enredo, confesso que o que mais chamou a minha atenção foi o humor. Afinal, como não sou leitor desse tipo de literatura, um enredo mais leve me chama bastante a atenção.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  3. Acho que já falei aqui que não sou muito fã de mangá, mas eu sempre gosto muito das premissas das suas indicações.
    O que mais gostei em Fairy Tail foi esse universo de magia (que eu adoro), além da boa e velha pitada de humor *-*
    Enfim, quando eu for mais adepta do mangá, talvez eu leia Fairy Tail.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Hey, tudo bom?
    Nunca li nenhum mangá, mas pretendo futuramente. Talvez, quem sabe, eu comece por esse. O enredo parece ser bem legal. Acredito que vou dar muitas risadas com o Natsu.

    ResponderExcluir
  5. Devo confessar que não leio muitos mangas, mas amo histórias que se passam em um mundo mágico. Mas parece ser legal principalmente por ter um ótimo humor, além de parecer ter um enredo leve. Gostei da personagem Ezra, apesar de achar que tem um nome masculino haha.

    ResponderExcluir
  6. Oi ju.
    Eu realmente não gosto de mangás, mas cada vez que leio algo sobre o tema eu fico bastante curiosa para ler, porém ja tentei e minhas experiências não foram positivas.
    Achei a premissa bem interessante, mas infelizmente essa não é uma leitura que funcionaria para mim.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Nunca me interessei por mangás, achei a história legalzinha, mas ainda sim, não leria.
    Meu irmão adora essas coisas, ele até tem alguns volumes deste lá em casa!

    ResponderExcluir
  8. Não me interesso muito por mangás mas achei bem legal e parece ter bastante conteúdo, além de parecer engraçado, Ezra parece ser um personagem bem legal.
    Mas mesmo assim acho que não leria, o mais próximo que cheguei de mangá foi Naruto e dragon ball z que eu via quando criança haha.

    ResponderExcluir
  9. Ate hoje só li um manga, mas nunca me chamaram a atenção, e apesar de achar bem legal e já ter ouvido falar bem do manga não pretendo ler por enquanto

    ResponderExcluir

Gostou da postagem selecionada pela Valentina? Aproveite então para deixar o seu comentário com elogios, sugestões, opiniões e outros que desejar! Deixe o seu link também e se o comentário for bacana e sincero, com certeza Valentina e eu retribuiremos a visita! Continue navegando pelo blog e acesse mais conteúdos incríveis!

© Oh Querida Valentina - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Juliana Cristina.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo